Atividade Física: Novidades…

 

Meus acessórios

Quem me acompanha há algum tempo, sabe que sou apaixonada por corrida, acho lindo ver gente correndo, a disciplina de quem pratica a corrida, o corpo, enfim… é lindo! Mas euzinha, nunca corri.
Até cheguei a praticar um “trote” na esteira da academia, mas nunca com a técnica dos corredores de verdade.

Motivo? Bom, primeiro porque eu estive convivendo com grandes inimigos da saúde: sedentarismo + excesso de peso + cigarro (fumava igual caipora e não tinha fôlego pra nada). Depois, tinha tinha vergonha, porque após emagrecer mais de 20 kg, apesar da musculação, está tudo balançando… (abafa).

Meu contrato de apoio com a Academia Gaviões venceu dia 02 de abril e eu não fui atrás para renovar. Dia 20 de abril me matriculei em outra academia para fazer Muay Thai. Odiei! Fiz duas aulas e não dei as caras por lá, nunca mais. Não me orgulho disso, mas já passou.

Após iniciar terapia, estou bem mais focada no meu processo de emagrecimento e mesmo que aos pouquinhos, os resultados estão aparecendo. Não dá pra ficar sem atividade física, sinto falta. Então, resolvi deixar todas os medos de lado, deixar essa bobagem de vergonha da bunda balançar, do peito pular, de não ser rápida como os outros… e me jogar na corrida de rua.

Comecei pesquisar. Tem muita informação bacana na internet, porém, queria ser devidamente orientada por um profissional. Fui atrás de um personal (é caro pacarai), mas mesmo assim, resolvi que ia pagar para que ele me ensinasse tudo o que era importante aprender para correr direito e depois, poder continuar sozinha.

Felizmente não precisei gastar tanto… descobri que em vários parques, no Brasil todo, existem grupos de corredores e a maioria desses grupos, têm acompanhamento de um profissional. Achei o máximo, porque, por ser em grupo, você se sente mais motivado a ir no treino, vai aprender as técnicas de corrida com um profissional de verdade e vai pagar um valor acessível.

Como moro na zona norte de São Paulo, decidi entrar no grupo Corredores da Zona Norte, mas tem vários grupos no Parque Ibirapuera, Pq. Vila Lobos, USP, etc… é só jogar no Google – “Grupos de corrida em __________ (colocar nome da sua cidade)”.

A corrida de rua é uma pratica esportiva de baixo custo e muito eficaz para quem quer emagrecer.

Foto tirada no meu primeiro dia de treino

Aos poucos vou contando pra vocês sobre como está sendo a minha experiência com a corrida e mais um pouco sobre o grupo. Achei a galera bem animada e acolhedora. O personal, é super gente boa.
Ontem foi meu primeiro dia de treino. Estou em semana de TPM, irritada, com cólica, inchada, com preguiça, mas fui e amei!

Meu treino foi dividido assim: Aquecimento (trote na escada) + 2 voltas de 800 metros (plano e subida) e uma volta de 900 metros (plano) – com batimento cardíaco máximo de 165/min. A cada ‘tiro’, descansava 3 min. e fazia 3 séries de 15 agachamentos, com intervalos de 30 segundos e voltava a correr. O processo todo durou 1h. Fiquei bastante cansada, porque ainda tenho que me policiar a respirar direito. Mas mesmo assim, saí feliz da vida de lá.

Para quem mora em sampa e tem interesse, os treinos ocorrem na Av. Braz Leme – de segunda a quinta feira + um sábado mensal.

Quem participa do grupo tem:

  • Orientação profissional com foco na corrida de rua;
  • Planilhas individuais de treino;
  • Acompanhamento e feedback de performance;
  • Calendários esportivos;
  • Dicas de saúde e treinamento;
  • Acompanhamento em provas com estrutura de apoio aos participantes.
Para as magreletes que me pediram vídeo do treino, aguardem… 😉

 

35 Comentários


  1. Que divertido! Hoje mesmo me inscrevi num grupo de corrida orientada aqui no meu trabalho e agora leio teu post 😀
    Beijão!

    Responder

  2. uUhu!! sabia que o bichinho da corrida ia te pegar!!arrumei uma companhia para correr comigo hein???? pena que não moro na ZN mas ano que vem quando a faku acabar vou procurar algum grupo de corrida no Ibirapuera!!! bjos Cintia to super feliz!!! Parabens

    Responder

  3. Muito legal, hein! Não sabia que estes grupos eram tão bem acompanhados!! Quando meu médico me liberar também pretendo começar a correr um pouco, sempre quis. Fico esperando os próximos posts com as novidades! ahhaha beijoss :*

    Responder

  4. Super legal esse grupo! Mas eu ainda tô na fase da vergonha… Parabéns pela iniciativa!!!

    Beijinhos

    Responder

    1. Deixa a vergonha de lado e se joga, mulher! A gente fica sem fazer as coisas que gostaríamos por medo, por vergonha, mas não vale a pena, não… a vida não espera! Corre… 😉

      Responder

  5. Sabe que me vejo como uma futura corredora? Só que ainda não tive coragem de aderir a um grupo, mas essa coragem vai chegar. Parabens Cintia! Conte as novidades.

    Responder

    1. Pode deixar que eu vou contando as novas, sim… se joga na corrida, mulher. Neuras, medos, vergonha – nada disso vale a pena! Bjs.

      Responder

  6. Cintia! Forca mulher! Voce vai conseguir ter o corpo que voce quer e ainda transformar a tua vida! Corre Cintia corre! kkkkk 🙂 Beijos!

    Responder

  7. Que bom que se achou numa atividade. Fico feliz por você!!! 🙂
    É preciso testar várias mesmo até achar "Aquela" que vamos ficar fiéis. Pra mim são os pesos, seja na ginástica localizada seja na musculação, e o elíptico. Eu curto correr, mas uso como algo eventual, quando estou querendo mudar de ares.
    Esta sequência que você descreveu se faz em gurpo, ou é individual? Fiquei imaginando como todo mundo consegue fazer no mesmo ritmo. Não tenho a menor idéia de como funciona em grupo.
    Parabéns por deixar a vergonha de lado. Se fosse aqui, você não ia ter vergonha alguma porque ninguém está nem aí pra você, nem olha com julgamento, nada. Esta liberdade de não ser julgada pela aparência é algo libertador aqui. Você entra no metrô e tem de tudo: turbante, burka, cabelo raspado só de um lado, roupas africanas coloridas, dreads, asiático louríssimo, idosa de cabelo pink, short popinha, etc e simplesmente ninguém tá nem aí e não há olhar de reprovação ou julgamento: se há, pode crer que é de um imigrante recém chegado ou turista hahaha.
    Vergonha é dar crédito demais aos outros.
    Vamos que vamos!!!
    Beijocas 🙂
    PS: sumi porque tava dodoi, mas jah to boa

    Responder

    1. Vou confessar que tbm amo os pesos, Carlinha. Musculação é uma paixão. Mas não posso pagar os dois, então, no momento, já que o foco é emagrecer, a corrida é mais indicada. E sim, estou amando. Saio do treino super feliz.

      A sequencia que descrevi é feita individualmente. A única coisa que é feita em grupo é o aquecimento e alongamento. O grupo não corre junto. Cada um tem sua planilha com treino personalizado e de acordo com o objetivo. A localidade onde nos encontramos é própria para esses circuitos. Tem gente que corre 7 km, 3, 5. Tem gente que só trota, outros correm bem rápido e intercala rápido e devagar, etc… o tempo de cada um tbm é diferente e por isso os instrutores tem tempo de orientar cada um de nós. 🙂

      Eu bem queria morar num lugar assim, onde as pessoas respeitam os gostos das outras. Fiz um trato comigo mesma, não vou mais deixar de fazer nada por sentir medo ou vergonha.

      Um beijo minha querida.

      Responder

    2. Entendi! Que legal!!! Eu acho o máximo as pessoas que curtem correr!
      Eu me lembro que me senti super feliz ano passado quando consegui correr pla primeira vez, foi uma sensação de liberdade ótima.
      Meu marido tem um amigo que faça chuva, sol ou neve ele corre! Eu sou daquelas que tem de estar um dia bonito, nem muito frio nem muito calor hahaha frescurite aguda! Mas na academia hoje fui mesmo sob chuva 😉
      Beijocas e sucesso sempre!!!
      PS: Mil obrigados pelo email!
      Carla Pancha

      Responder

  8. qe bom que encontrou uma alternativa… eu nao consigo correr devido ao peso… personal é mtooo caro mesmo…. aqui em Blumenau temos mtos grupos de corridas e caminhadas.
    beijos

    Responder

    1. Fabi, eu tbm não corria por conta do peso, não aguentava e tbm, tinha medo de machucar os joelhos. Mas experimenta caminhadas aceleradas, dizem que o benefício é o mesmo. Bjs.

      Responder

  9. Magrelete linda… amei as fotos.. esta afinando lindamente hein… e muito show que entrou na equipe de corrida.. meu joelho ainda nao me permite mas as vezes eu ate vou.. meu cuinhado trabalha em uma academia que tem grupo de corrida, e tenho 2 convites de 2 academias para me aliar a eles nos treinos..rs.. ainda nao comecei…rs…

    Show.. adoro caminhar na rua.. detesto esteira… academia pra mim so se for na Curves musculaçao ou danças em academias comuns.. o resto eu faço tudo na rua.. praça de JF ou na Universidade daqui…

    Parabens magrelete… continue firme e forte hein… beijus da Cris

    http://www.rumoao70.blogspot.com.br

    Responder

    1. Pois é, Cris, eu percebi que o ambiente fechado acaba me desmotivando com o tempo… eu ficava na esteira, super irritada e o tempo parece que não passa, né? kkkkkkkkkkk
      Cuida mesmo dos joelhos, lindona. Eles são os amigos que mais dependemos para tudo!

      Bjs.

      Responder

  10. Olá Cíntia, você vai se apaixonar pela corrida.
    Eu estou prestes a completar um ano de corrida e não vejo minha vida sem ela. Foi uma excelente decisão em querer correr.
    Nesse tempo não abri mão da academia para fortalecimento muscular. Mesmo muito gorda (19kg) a mais do que eu tenho hoje não tive nenhuma lesão e acho que devo muito a musculação. Quando puder retornar a musculação acho importante.
    Quanto a não começar porque tudo balança, esqueça isso. A corrida vai te proporcionar tanta coisa boa que você vai esquecer disso rapidinho.
    Já fiz 10 provas de 5km e 2 de 10km. Sou mais resistente a provas maiores do que a provas pequenas. Esse ano pretendo fazer a São Silvestre no fim do ano. 2014 será o ano da minha estréia nos 21km.
    A assessoria acho muito importante, fez uma ótima escolha, vai lhe ajudar muito ter um acompanhamento especializado. Ainda não coube no meu orçamento, mas agora que eu tenho metas maiores, vou ter que abrir mão de algumas coisas pra entrar numa.
    Sucesso nessa nova empreitada, a corrida é o meu norte, é a melhor coisa que faço por mim.
    Bjs
    Cássia (http://cassinhags.blogspot.com.br/)

    Responder

    1. Cassia, estou começando a entender o sua paixão pela corrida, viu?
      Ficava admirada de ver as corredoras de rua, falando do quanto amam correr. Acho que só quem corre compreende o que acontece com o corpo, né? Eu saio do treino extasiada. Até meu marido disse que meu humor melhora hehehe

      Meus parabéns pelas suas conquistas, viu? Eu ainda não consigo correr tanto. Nunca nem cheguei aos 3 km, quem dirá 5/10/21… quem sabe um dia, né? Ainda sinto muita dificuldade para respirar e canso facilmente. Hoje o treino foi super difícil, pq além do frio, estou com uma dor quase que insuportável nas pernas e no corpo. Mesmo assim, persisti e dei o melhor de mim. É bom ser incentivada, né?

      Beijinhos, amiga. Trocaremos muitas figurinhas ainda a respeito das corridas 😉

      Responder

  11. oi Cíntia, eu li seu artigo e me interessei pela corrida, segui sua dica e pesquisei aqui no Rio de Janeiro, encontrei vários grupos, inclusive um aqui no bairro onde moro, que dá atenção especial para iniciantes como eu,dando dicas e suporte para treinos. Hoje pela manhã, foi meu primeiro contato como grupo e com a nova atividade, confesso que me surpreendi,e estou feliz com os bons resultados de hoje! Foi ótimo! Além de um trabalho aeróbico tão bom, as pessoas são muito focadas e dispostas a ajudar os iniciantes, me senti muito bem e com o apoio do grupo, sei que vou poder realizar um bom trabalho por mim mesma!!
    Obrigada pela dica,
    É muito bom saber que existem pessoas que podem dividir suas vidas e dificuldades reais e incentivar outros a se encontrarem. É o que tem acontecido comigo!
    bjs e sorte!
    Elaine

    Responder

    1. Que ótimo, Elaine. Fico feliz que tenha contribuído de alguma maneira, para seu encontro com a corrida. Espero que ela seja tão boa pra você, quanto está sendo pra mim.

      Beijão!

      Responder

  12. Cíntia, adorei seu post!!!
    Sempre tive vontade de participar desses grupos, andei procurando algum grupo no parque do Ibirapuera, mas são muito caros.
    Quem sabe mais para frente eu consiga fazer!!!
    Estou muito feliz por você, logo quer ver você postando que participou de alguma corrida de rua!!!!
    bjs

    Responder

    1. Encontrei uns grupos no Ibirapuera tbm, mas nem solicitei orçamento, porque encontrei na ZN, daí nem precisou… mas tente fazer sim. Vale muito a pena! 🙂

      Quanto a participar de uma corrida de rua, ainda estou começando, não penso muito nisso… mas um dia, eu vou sim! Beijinhos.

      Responder

  13. Cíntia, que legal que estais entrando neste mundo da corrida também! É cansativo no começo, suas pernas doem no dia seguinte quando acordas, mas a sensação de ter conseguido alcançar uma meta de treino é ótima! Quer ver quando começares a participar das corridas!!!! É muito legal! Boto fé!

    Beijos e bom final de semana!

    Responder

  14. Cíntia, correr é tudo de bom. No começo é difícil, mas depois a gente pega o ritmo.
    Ontem completei minha primeira prova de 10Km. Indescritível a sensação de realização.
    Boa semana!
    bjk

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *