Compreendendo o Mindful Eating

Vocês se lembram daquele post que escrevi explicando o que é Mindful Eating?

Pois bem, o assunto está ficando cada dia mais popular, o que me deixa muito feliz, porque na minha opinião, quanto mais gente consciente, melhor! Enfim… ontem à noite, eu tive a felicidade de participar de um bate-papo do Periscope de uma terapeuta que sigo e adoro, a Janaina Rosa.

Foi MA-RA-VI-LHO-SO!

Aqui está o vídeo do bate-papo para quem tiver interesse de ver. Vale muito a pena! 🙂

Quero aproveitar para dividir com vocês, um post que ela fez no instagram:

Os 7 elementos para uma relação saudável com a comida

Retirado do Livro –> Mindful Eating: A Guide to Rediscovering a Healthy and Joyful Relationship with Food , Jan Chozen Bays, MD.

1 – Você sente alegria, prazer e um completo engajamento na sua vida quando não está comendo. (Comida não é sua única fonte de prazer e satisfação);

2 – Se você não está com fome, você não come;

3 – Você para de comer quando está satisfeito mesmo que sobre um pouco de comida no seu prato (com o tempo você vai ajustando as quantidades);

4 – Você tem um intervalo de algumas horas sem pensar em comida, só pensa pontualmente quando está com fome ou durante as refeições;

5 – Você gosta de muitos e diferentes tipos de alimentos;

6 – Você mantém um peso saudável com baixas flutuações. Você não precisa se pesar mais do que algumas vezes por ano;

7 – Não fica obcecado com comida ou contando calorias para decidir se você pode ou não comer algo.

Esses passos têm muito dos princípios orientados pelo livro “Nutrição Comportamental“. A grande mensagem é que acabemos com a mentalidade de dietas, fazendo um resgate da nossa essência.

A própria Jana disse: “Desenvolvemos hábitos ruins em relação a nossa alimentação devido a várias influências em nossas vidas!

Somos influenciados o tempo todo. O ambiente no qual crescemos / vivemos, influenciam as nossas crenças e as nossas crenças, impactam nas nossas vidas. Então, queridos, vamos desconstruir tudo isso, já!

Pesquisem, leiam, pratiquem Mindfuness na vida! 🙂

Com amor,

Cintia Milanese

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *