Comprometer-se!

Olá magreletes queridas, estou de volta!
Gravei um vídeo falando um pouco sobre como vai ficar minha rotina alimentar e tal, porque ontem foi o meu recomeço no processo de emagrecimento e desta vez, me comprometi pra valer.
E por falar em compromisso, após esses anos de processo de emagrecimento, aprendi que não adianta se matar com dietas malucas ou exercícios. O emagrecimento se inicia na alma! É um trabalho árduo, interior, que só você pode fazer por si mesma…
Eu larguei a dieta do Dr. Dukan, porque o excesso de carne vermelha, leite e embutidos, estavam acabando com meu estômago.
Emagreci 4 kg na primeira quinzena de dezembro, engordei tudo de novo na segunda quinzena…
Fui ao endocrinologista, que me pediu muitos exames. Alguns vieram alterados e por isso, ele me sugeriu fazer uma reeducação alimentar rica em nutrientes.
Depois da consulta, resolvi pegar firme na leitura do livro do Dr. Fuhrman, cuja premissa é exatamente essa: emagrecer nutrindo o corpo. Ele fala muito sobre como lidar com os vícios e mudar hábitos. E frisa bem, que isso exige um alto grau de comprometimento consigo. Define exatamente o meu momento.

“(…) Não se permita ter essa opção de se automedicar com seus vícios. Não aceite desculpas para abandonar seu sonho. Você só pode acabar com o vício se der a seu corpo uma chance justa. Não diga que vai tentar. Não tente; faça um compromisso e leve a sério!”

Ele explica que quando as pessoas dizem que “vou tentar”,  ele diz: “Nem se incomode, você já decidiu fracassar.”

É preciso mais do que uma tentativa para quebrar um vício; é preciso se comprometer. E o compromisso é uma promessa que você mantém, não importa o que aconteça.

E estou gostando bastante da leitura.

Fiquem com o vídeo e a minha pesagem…

Fé em Deus e pé na taba!

 

7 Comentários


  1. adorei o tema do post!
    comprometa – se!
    e isso que eu tenho feito!!! desistir jamais! e vamos que vamos amiga!!! faremos um 2015 so nosso!
    beijos

    Responder

  2. Ainda não te "vi", mas só dos prints, você parece ser muito simpática 🙂

    Os embutidos em excesso sempre me preocuparam em relação à Dukan. Agora tenho que desaprender a comê-los, haha

    Beijoca!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *