Meu Emagrecimento | Como estou indo?

Olá, magreletes! 😀

Eu decidi escrever esse post, porque a segunda tarefa do Livro Pense Magro é escolher 2 dietas razoáveis e eu fiquei mais de uma semana para decidir o que iria escolher. É sobre essa decisão que vim falar…

Eu decidi parar com as dietas e restrições alimentares. Cheguei à conclusão de que isso não funciona pra mim. Passar os dias pensando no que posso ou não comer, é estressante demais! Eu POSSO comer tudo, mas nem tudo me convém. Eu quero resultados, mas preciso também, que eles venham como resultado de uma VIDA equilibrada e não só de refeições saudáveis…

As restrições alimentares me deixam muito ansiosa e a ansiedade me conduz às compulsões alimentares. Eu cansei desse ciclo.

Antes de retomar o Projeto Pense Magro, minha vida se resumia a fazer dieta versus, culpa por não estar fazendo dieta. Isso não é vida! Eu decidi que quero conquistar a vida equilibrada que eu almejo desde que iniciei esse processo de emagrecimento. Não importa o quanto demore, eu VOU fazer isso por mim!

A vida que eu desejo tem que começar a acontecer agora!

Eu ficava naquele limbo do “quando eu for magra…” e, gente, sério: somos bem mais que apenas um número na balança! Não dá pra resumir uma vida à isso… Como diz meu amigo terapeuta:

A Vida é Muito Curta Para Ser Pequena!” (Cadu Borbolla).

Vocês devem estar pensando: Ué, então como vai ser de agora em diante?

Bem, eu decidi confiar na inteligência do meu corpo. Ou seja, eu me alimento quando sinto fome, paro quando me sinto saciada. Nada de 3 em 3 horas, nada de dietas, nada de restrições alimentares… E querem saber? Tem dado certo!

Quando eu me pesei, antes de iniciar o pense magro, estava com 95kg. Fui para 93,1kg e agora, não faço a menor ideia de quanto estou pesando, porque só vou voltar a pesar, quando chegar na tarefa de pesagem… mas posso assegurar, eu estou mais magra, sim. Minhas roupas dizem isso, as pessoas andam dizendo e as fotos, bem as fotos não mentem!

Só queria dividir isso…

Fé em Deus e pé na taba!

Beijinhos,

Cíntia Milanese

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *