Minha Experiência Com a Depressão

Atravessei uma fase complicada, que me levou à depressão, seguida de procrastinação, seguida de obesidade, todos causados por grandes conflitos internos. Minha autoestima ficou seriamente abalada e, resumindo: eu cheguei ao buraco mais profundo da dor e, finalmente, decidi buscar ajuda!

Por um lado, ter passado pelo caos me trouxe uma clareza muito grande a respeito de muitas coisas e, fortaleceu ainda mais a minha vontade de ser psicóloga! Ter vivido isso, apenas me tornou ainda mais humana e vai parecer estranho ler isso, mas, eu sou grata por tudo o que passei; porque me transformo a cada dia em um ser humano melhor!

Eu decidi fazer uma série de posts falando sobre isso e, para abordar a questão de que muita gente vê a depressão com muito preconceito, fiz uma pesquisa nas minhas redes sociais, para entender o que a maioria ouve:

Pessoas de várias regiões do país, responderam essa questão e, dentre as respostas, pude constatar que existe um discurso padrão entre a maioria delas.

De formas diferentes, foi dito as mesmas coisas e, separei aqui as mais comuns:

– Depressão é Frescura;
– Depressão é doença de rico;
– Depressão é coisa de gente ociosa;
– Depressão é “Conveniente” para algumas pessoas.

Depressão não é frescura, não ficamos assim porque queremos, mas, muitas pessoas pensam o contrário… então, com objetivo de desmistificar essas crenças embasadas na falta de informação, resolvi elaborar esse vídeo, onde divido com vocês, um pouco da minha vivência com a doença, além de dados científicos a respeito da mesma. Espero que gostem, compreendam e repassem ao maior número possível de pessoas…

A informação sempre vence a ignorância!

Na próxima semana, vou dividir com vocês, especificamente, sobre o meu diagnóstico.

Bom, é isso…

Fé em Deus e pé na taba!

Cíntia Milanese

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *