Pense Magro | Tarefa 05/42 – Alimente-se Devagar e Conscientemente

Oi, oi, Magreletes! <3

A palavra de ordem é consciência!
No livro Pense Magro da Beck, ela diz que existem duas razões bastante benéficas sobre a importância de comer devagar e conscientemente:

1 – Quando você come devagar, seu cérebro tem tempo para registrar que você está satisfeita;
2 – Quando você percebe e aprecia cada porção de comida, calmamente, sentindo a textura, seu sabor, estando presente na hora da refeição, você se sente mais satisfeita depois de comer.

Comer muito rápido e distraidamente é, sem dúvida, um hábito comum entre as pessoas que tem problemas de peso.

Quanto tempo você leva para comer?
 Já se sentiu insatisfeita logo depois de comer?

Pesquisas demonstram que existe um intervalo – de até 20 minutos – entre o momento que seu estômago fica pleno de comida e o reconhecimento disso pelo cérebro. Quanto mais devagar você come, mais tempo tem para que a mensagem “estou satisfeito” alcance seu cérebro e ele lhe dê o sinal para parar de comer.

Dia a dia estou tomando mais consciência das minhas necessidades físicas e psicológicas. Está sendo muito gostoso todo esse processo de autodescoberta, sabe? É como se eu estivesse me conectando com meu corpo pela primeira vez… <3

Importante!

  • Faça refeições em uma atmosfera relaxada;
  • Faça o que puder para comer em um ambiente calmo e sem estímulos;
  • Foque no alimento: Sinta o gosto de cada porção, observe o sabor e a textura de tudo o que está comendo e, principalmente, treine-se para comer com atenção apesar das distrações à sua volta.

Eu estive pesquisando sobre uma técnica chamada Mindfulness. Eu pretendo fazer um post mais completo sobre os benefícios da prática, mas, resumidamente, o termo mindfulness, significa atenção plena ou, mente alerta ou ainda, consciência plena; alinhado à práticas meditativas, foi expandindo seu conceito em várias áreas, inclusive, na prática das refeições; porque, Mindfulness, designa um estado mental que se caracteriza pela autorregulação da atenção para a experiência presente, numa atitude aberta, de curiosidade, ampla e tolerante, dirigida a todos os fenômenos que se manifestam na mente consciente – ou seja todo tipo de pensamentos, fantasias, recordações, sensações e emoções percebidas no campo de atenção são percebidas e aceitas como elas são. A vivência é no presente, no que está acontecendo no aqui e agora! 🙂

Os exercícios do livro estão me ajudando a me centralizar e estou achando isso maravilhoso! Espero que continue assim… rs 😀

Você tem dificuldade de comer devagar? Comece aos poucos! Respire, descanse o talher, mastigue bem, coma com a outra mão, enfim… procure uma maneira de focar na sua refeição. Faça com que suas experiências com a comida, se tornem prazeirosas e vamos juntas!!!

Alguns Pensamentos Sabotadores que Poderá Ter:

Se eu não me apressar terei o inconveniente de… (completar)

Resposta adaptativa:
Não é razoável sacrificar as minhas necessidades. Eu mereço aproveitar o que estou comendo. Mereço me engajar em comportamentos saudáveis para alcançar minhas metas”.

Eu como muito depressa. Sou assim mesmo”.

Resposta adaptativa:
Comer depressa provavelmente contribuiu para que eu engordasse. Não posso ter tudo. Não posso comer rapidamente e mesmo assim emagrecer e não engordar de novo. Embora comer mais devagar demande esforços e não pareça natural no princípio, irei me acostumar e então não terei mais que pensar sobre isso”.

Eu realmente não tenho tempo de comer devagar”.

Resposta adaptativa:
Eu tenho que reorganizar meus horários e arranjar tempo. Se eu precisasse arrumar tempo para me submeter, três vezes por dia a um tratamento médico que salvaria minha vida, eu encontraria esse tempo de qualquer maneira. Não estou dando para minha dieta a prioridade suficiente”.

Comprometa-se por Escrito

Quando eu tiver vontade de comer depressa, irei:

_________________________________________

 

Para me lembrar de comer devagar, irei:

_________________________________________

 

QUANDO EU ACEITAR O FATO DE QUE TENHO DE COMER DEVAGAR E PRESTAR ATENÇÃO AO QUE ESTOU COMENDO, FAZER DIETA SERÁ MAIS FÁCIL.

 

Fé em Deus e pé na taba!

Com amor,

Cintia Milanese

Referência: BECK, Judith – Pense Magro, a dieta definitiva de Beck

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *