Plano de Emagrecimento | Parte III

Oiê!!! Voltei, magreletes! Sim, vai ter post’s diários (pelo menos enquanto eu estiver de férias) rs \o/
Bom, hoje vim bater um papo à respeito do meu processo de emagrecimento e de algumas coisinhas que inseri nas minhas listas de tarefas para 2016. Reestruturei meu plano de emagrecimento, para que ficasse de acordo com a minha nova forma de enxergar as coisas…  Para elaborar os planos apresentados aqui neste blog, utilizei aprendizados sobre Nutrição Comportamental, Atividades TerapêuticasExercícios extraídos do livro de tarefas (Pense Magro: a dieta definitiva de Beck).

Antes de mais nada, quero deixar bem claro que esse blog é fruto de meus experimentos pessoais e portanto, aqui NÃO há verdades absolutas, ok?

Inclusive, vira e mexe eu mudo de opinião a respeito das coisas. Por exemplo: Na segunda quinzena de 2015, escrevi alguns artigos sobre como devemos nos planejar para emagrecer, além de planos de emagrecimento (leiam, porque embora eu tenha mudado minha visão a respeito de algumas coisas, eles podem ser muito úteis à você que pretende alterar a rotina e emagrecer esse ano, vou deixar os link’s à seguir). 😉

Meu Plano de Emagrecimento – Parte I;
Meu Plano de Emagrecimento – Parte II.

Quando escrevi, realmente acreditava que deveria seguir o processo daquela maneira, mas hoje em dia, embora ainda siga algumas coisas, muitas delas eu inutilizei no meu processo pessoal de planejamento…

Se você leu meu e-book, já deve ter compreendido as minhas razões para dar adeus às pesagens (se não leu, baixe e leia. É gratuito!).

Então, sem mais delongas, vamos ao plano de organização do emagrecimento em 2016!

 

 

Emagrecimento envolve planejamento, mas, para obter resultados reais, é necessário ter disciplina e consistência naquilo que se propuser fazer.

Separei 4 ítens que considero primordiais nesse processo de mudança de hábitos para se libertar da obesidade. Darei um resumo dos mesmos, mas, farei posts separados, detalhando cada um deles, combinado?

Boa Alimentação

Com as redes sociais e a expansão das informações à respeito de “nutrição saudável”, a gente acaba ficando confusa e sem saber qual caminho seguir. Ora o ovo faz mal, ora não faz. Ora tira o glúten e a lactose, daí, bota a lactose de volta…! Como diz a Sophie Deram em seu livro “O Peso das Dietas“, a gente está vivendo uma fase de terrorismo nutricional! Então, cheguei à conclusão que o problema maior nem é a comida que a gente come e sim, a má relação que temos com ela.

A boa alimentação é a consciente! Por isso, tente optar pela reeducação alimentar. Peça ajuda a uma nutri se for preciso, mas aprenda a comer. Eu virei fã das nutricionistas comportamentais. Elas não te prescrevem dietas e te ajudam a compreender o SEU comportamento alimentar e muda-lo.

Exercícios para Praticar:

  • Respeite os Mecanismos de Fome e Saciedade;
  • Execute Devidamente a Mastigação dos Alimentos;
  • Pratique Atenção Plena Durante as Refeições.

Eu não faço mais dietas restritivas, meu corpo não responde bem à restrições alimentares. Pretendo retomar a reeducação alimentar, comendo menos processados possíveis.

Exercícios Regulares

Não importa qual seja a atividade – MEXA O CORPO todos os dias!

Entendam de uma vez por todas: estamos vivendo no século XXI, mas o nosso organismo é PALEOLÍTICO! Isso quer dizer que, se ingerimos açúcares, gorduras trans e uma quantidade infinita de alimentos processados e refinados, nosso corpo sofre para trabalhar. Acabamos retendo grande quantidade de gordura ruim e, ainda por cima, a maioria das pessoas têm trabalhos sedentários hoje em dia. Ou seja, mexer o corpo é uma necessidade biológica de extrema importância para a saúde!

Dicas:

  • Experimente vários tipos de exercícios: corrida, caminhada, corda, musculação, esporte, luta, etc…
  • Escolha a atividade que você curte fazer! Não adianta se matricular no Cross Fit, se você ama Dançar. Não vai haver consistência, entende? Faça aquilo que você vai fazer com prazer!

Eu ando muito sedentária (MUITO, MUITO MESMO) 😛

Eu amo academia, meu negócio é puxar ferro + aulas de Spinning. Contudo, devido a faculdade, não estou podendo custear academia e, sabendo que em casa eu não faço, vou tentar criar uma rotina de exercícios que me tire de casa. Vou intercalar corrida e caminhada, até que eu possa voltar pra academia. Oremos! rs

Dormir Bem

Além do consumo da cerveja (abafa), a falta de rotina de sono é um dos problemas que preciso sanar urgentemente!

Entenda porque dormir bem é importante:

Existem 3 hormônios primordiais para o controle do nosso organismo… a Leptina, o Cortisol e a Grelina (aulas de neuroanatomofisiologia em dia, ein?!) rs

Resumindo… esses hormônios dependem que tenhamos uma boa noite de sono para funcionar direito.

Grelina e Leptina atuam no sistema nervoso e estão ligados aos nossos mecanismos de fome e saciedade; que é o que nos ajuda a reconhecer quando o corpo precisa comer e quando está satisfeito. Ou seja, quando a gente dorme mal, mecanismo desregula todo! O_o

Já o Cortisol, dentre suas várias funções, ele está ligado à regulação do nosso apetite e também, na regulação da GORDURA CORPORAL.

Preciso explicar mais alguma coisa? Acho que não, né? hehehehe Jesus!!!

Enfim, para tentar melhorar a rotina do sono, independente de estar de férias, vou colocar o relógio para despertar às 5 da matina todos os dias para me exercitar. Quero com isso, tentar dormir mais cedo. Oremos!!! hahahaha

Reeducação Cognitiva

Digo e repito quantas vezes forem necessárias: AUTOCONHECIMENTO é a chave do sucesso.

Dentre os vários benefícios de aprender a se conhecer, estão:

  • Aprender a controlar os pensamentos disfuncionais;
  • Aceitar o que sente;
  • Aprender a controlar o medo;
  • Não sentir culpa pelas próprias decisões;
  • Entender o que incomoda;
  • Agir de acordo com o que realmente quer;
  • Aprender a olhar-se com amor;
  • Resgatar sua autoestima;
  • Trabalhar a autoconfiança;
  • Ter uma nova postura diante da vida;
  • Agir de acordo com sua essência;
  • Pensar Magro;
  • Etc, etc, etc…

Todas essas práticas parecem simples, mas não são… o importante é que façamos com disciplina, consistência, perseverança e leveza, para que consigamos uma mudança definitiva.

Convido você a ler esses dois posts sobre o planejamento e é isso!

Como Planejar Suas Metas de Emagrecimento – Parte I;
Como Planejar Suas Metas de Emagrecimento – Parte II;

Fé em Deus e pé na taba!

Com amor,

Cíntia Milanese

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *