[Projeto Pense Magro | 38/42] Aprenda como lidar com o Platô

Oi, magreletes. Mais uma semana começando… Muitas pessoas reiniciando as dietas por conta do final de semana, não é?

Pois bem, as pessoas que estão em emagrecimento, entendem que devem emagrecer toda a semana, certo? Mas sabemos também, que, nem sempre é assim…

Comigo está sendo assim: emagreço um pouco, oscilo um pouco… basta ver meus resultados desde janeiro na tabela de pesagem ao lado.

Eu estava pesquisando sobre o efeito platô e alguns especialistas dizem que platôs são normais. Na verdade, entramos no efeito platô quando emagrecemos bastante… é o jeito do nosso corpo se ‘defender’ da perda de peso desenfreada. Caso contrário, poderíamos emagrecer sem parar, até a desnutrição. Mas o bom, é que eu li também, que no modo geral, o efeito platô dura poucas semanas.

Então vocês podem estar se perguntando: “Ué, mas se o efeito platô dura apenas algumas semanas, porque eu continuo sem emagrecer há quase 2 meses?” – simples: Porque você emagreceu bastante e por conta disso, pode ter ficado mais permissiva. Entendam – se você começar a parar de emagrecer, antes de colocar a culpa no efeito platô, reveja como está sua dieta: anda abrindo exceções nos finais de semana? Anda tomando cerveja ou refrigerantes? Comendo doces, tortas, bolo? Malhando menos?
Perceberam a quantidade de coisas que podemos fazer sem perceber e que pode influenciar na balança?

Agora, se você realmente estiver fazendo tudo certinho e mesmo assim, parou de emagrecer, possivelmente estará no efeito platô. Estudos apontam que quase todas as pessoas que precisam emagrecer bastante (acima de 10 quilos), atingem um platô dentro dos primeiros seis meses do processo de emagrecimento. E a explicação mais provável para esses platôs é que, talvez, seu corpo agora não precise mais de tanta energia (calorias) quanto o que você esteja consumindo.

Existem então, algumas dicas para sair do platô:

  • Não mude a dieta. Em vez disso, intensifique a atividade física.
  • Pegue mais pesado na musculação. A musculação gera uma reação catabólica violenta no organismo e passa a fazer o corpo começar a queimar gordura de novo. Lembre-se que esse tipo de técnica exige acompanhamento. Por isso, o ideal é que seja feito em uma academia.
  • Atividades cardio vasculares intensas quebram também o marasmo em que o corpo se encontra forçando-o a queimar mais calorias até que ele se acostume de novo com o ritmo. Ou seja, se em sua rotina de emagrecimento você está fazendo caminhada ou qualquer outra atividade cardio vascular leve, no momento em que você começar a intensificar os batimentos cardíacos seu corpo sairá do platô.
  • Reduzir a ingestão calórica em 200 calorias, o que deveria contribuir para uma diminuição do peso de até duzentas e poucos gramas por semana. (Não deixe de falar com a sua nutri. Somente ela poderá alterar seu cardápio sem prejudicar a ingestão das vitaminas necessárias para o seu organismo.

Meu foco essa semana é na atividade física. Estou lutando da maneira que posso para voltar pra academia, mas enquanto isso não acontece, bora fazer o que dá, não é mesmo? Daqui a pouquinho estou saindo para a caminhada acelerada. Já pulei um pouco de corda hoje (como é difícil pular corda, né?) hauhauha…

QUANDO EU ACEITAR QUE PLATÔS SÃO NORMAIS, FAZER DIETA SERÁ MAIS FÁCIL.

12 Comentários


  1. Oi lindona! Semana passada meu foco foi a atividade física pois esta semana tenho congresso e vai ser complicadinho!

    Vamos continuar firmes! Beijoss

    Responder

  2. Já falei que você é meu anjo da guarda virtual?
    Não é possível toda vez que eu vou ou começo a fazer alguma coisa errada eu venho aqui ver sua atualização e aprendo o que estava errando.

    Já estava aumentando a quantidade calórica para dar um up no emagrecimento, será que to viajando na maionese?

    Ó ceus, hahaha

    beijo magreletiii

    Responder

  3. Olá Cíntia, gostei das dicas paa sair do efeito platô, achei interessante pois muita gente dessite quando entra no estado platô e acabma desistindo, quando devem persistir mais ainda. Bj e ótima semana!

    Responder

  4. Ótimo post! 🙂
    Eu mexo na dieta e nos exercícios. Já passei por 1 falso platô (a permissividade) e um plato verdadeiro de poucas semanas, e as mudanças deram um "up" na eliminação.
    Boa semana de exercícios!
    Beijocas 🙂
    Carla Pancha

    Responder

  5. oi querida, há um ano eu estou no mesmo peso, indo e voltando, baixando 500, aumentando 1…nossa um horror…agora parece que deu uma acelerada. Fiz uma detox adaptada, pq não fiz exatamente como é…coloquei mais comida, estou diminuindo carboidrato principalmente no período noturno…depois das 18h…espero que continue dando certo. pq só falta 4 kg….qdo aumento a atividade física eu engordo, não sei se tenho facilidade em ganhar massa magra…por enqto não quero massa magra…só depois que eu chegar ao meu peso ideal, daí sim dá para eu malhar um pouco mais…por enqto tá dando certo…vamos que vamos…bjão…

    Responder

  6. Melhorou meu animo sabendo disso, quando parar um pouco de eliminar medidas não vou ficar triste e desanimar, vou continuar firme!
    Beijos e Ótima semana!

    Responder

  7. Eu tenho muito medo de quando chegar nessa fase, viu?
    Mas por enquanto ainda não cheguei! 😀
    Mas muito bom seu texto e suas considerações!
    Bjsss

    Responder

  8. seus post sao sempre maravilhosos… e fazem a gente pensar em muito no que estamos fazendo e agindo!!!!!!
    amiga adoro vim aqui!!!
    vc ta de parabens viu!!! beijos otima terça

    Responder

  9. Oi lindona!

    Eu vivo na oscilação, rsrs
    Parece que eu nunca saio do lugar.. emagreço um pouquinho, depois volto.. estou desde o começo do ano com o mesmo peso praticamente. Perdi, depois voltei… é estranho isso viu.. rs

    Bjs

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *