“Só por hoje!”

Esta é uma de minhas tatuagens.

Algumas pessoas me questionam sobre o seu significado, então, lá vai…

É a frase que me ajuda a andar para frente, que me lembra todos os dias do caminho que preciso percorrer e, ainda que doa, ainda que procrastine ou, que eu finja que está tudo bem e queira me sabotar, essa frase vai estar aqui, esfregando na minha cara que “Só por hoje“eu deveria ficar bem, deveria me amar, deveria fazer exercícios, comer direito, cuidar de mim ou, que Apenas por hoje eu deveria me esforçar um pouco para vencer a preguiça e fazer o que deve ser feito.

Todas nós temos algo que precisamos deixar para trás: um trabalho desgastante, um curso que detesta, uma pessoa que faz mal, os excessos em geral, etc…

Eu resolvi dar um basta de vez na obesidade.

Quando decidi emagrecer pela primeira vez, eu ainda não havia chegado na obesidade e, a decisão de fazer regime, veio pelos motivos errados. Eu queria emagrecer porque minha mãe ficava falando que eu estava engordando, porque a calça que me deixava gostosa estava ficando apertada, porque eu não gostava dos olhares de reprovação que recebia enquanto estava comendo em público, enfim… pelos outros!

Agora é diferente, porque eu posso dizer hoje, com 100% de certeza, que eu quero e vou emagrecer por mim, para mim, para melhorar a minha saúde e para fortalecer a minha autoestima.

Fiquei lutando com a balança por meses, emagreci 25 kg aos trancos e barrancos e, até quando ia continuar assim?

Até quando você consegue conviver com a auto-sabotagem? Chega disso. Pra mim, já deu. Basta! Me sinto fortalecida para conquistar minha meta de ter um peso saudável. Eu amadureci e estou com um novo olhar sobre mim.

E você, tem algo que deseja mudar? Até quando vai ficar sem fazer nada?

Atitude, minha gente! É ela quem define a nossa vitória.

Fé em Deus e pé na taba!

4 Comentários


  1. Eu tenho uma curiosidade. Muitas pessoas escrevem frases assim pelo corpo para se lembrar de tal coisa. Mas você olha mesmo todo dia seu pulso? Às vezes eu não olho todo dia nem meu rosto. Eu tenho "mixed feelings" com tatuagem porque, embora eu aprecie como arte, acho que as pessoas fazem tatuagem mais para o outros que para si. A maioria dos meus amigos tem pelo menos uma e sempre em local visível ao público. O que você, como uma pessoa tatuada, me diz?

    Responder

    1. Seu questionamento é muito pertinente, Carlinha… acredito que por esse mundão a fora, haja pessoas que fazem para os outros, outras para si mesmas. Há ainda as que fazem em forma de protesto, outras para afrontar os pais… mas eu só posso responder por mim, então, sim, eu olho ela todos os dias. Não tem como não olhar. Eu mecho as mãos e ela está ali. Muitas vezes, acabo me sentindo mal, porque ela esfrega nas minhas fuças o que (inconscientemente) eu "finjo" que esqueci… e vou te contar uma coisa que não costumo comentar com ngm: às vezes é tão incomodo a forma como ela fala comigo, que eu acabo colocando um bracelete grande para tapá-la.

      As que quero fazer na panturrilha, são para tapar as estrias e vasinhos que me incomodam. Tatuagens são perfeitas para isso. Fora que as vejo como acessórios (lindos acessórios). Quando você se enfeita, colocando um brinco diferente, usando uma make bacana ou, um colar bonito é 100% pensando em você? Bom, eu uso porque gosto e tbm, porque me deixam com uma aparência agradável. E além de mim, quem mais "desfruta" da minha aparência? Outras pessoas, certo? Tattoo é exatamente a mesma coisa (no meu modo de ver, ok?).

      Eu amo tatuagens, sempre amei, mas minha mãe nunca me deixou fazer. Eu tinha medo de magoá-la e só por isso eu me rabisquei tão "tarde". Só agora eu consigo ir ao tatuador sem sentir culpa. E ainda tem muitos desenhos que desejo fazer… hehehe

      Bjs

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *