Uma carta para meu passado

Escrever uma carta de você, para você de 10 anos atrás… Esse é um projeto do blog Hypeness.
Também resolvi escrever uma carta para a Cíntia de 10 anos atrás e resolvi dividir com vocês… Foi uma experiência muito interessante, por isso, convido tod@s vocês a fazerem o mesmo (não precisa publicar se não quiser, faça por você). Mas se resolverem publicar, mandem o link para eu ler? 🙂

 

Cintia por Cintia: Eterna desassossegada. Criativa e sensível, formou-se como atriz em 2006, como marketóloga em 2010 e desde então, trabalha com comunicação e desenvolvimento de pessoas. Descobriu na arte e na escrita, duas grandes paixões. Escreve para seu blog pessoal sobre suas inquietações e descobertas.

 

Querida, Cíntia!
Antes que comece com as indagações, saiba que é uma carta muito especial, pois ela vem do futuro. Isso mesmo, você está com 23 anos e eu, sou você aos 33!
Não somos mais tão parecidas, sabe? Algumas coisas de você, se perderam de mim ao longo dos anos… acho que tudo o que restou foi a nossa mania de fazer as pessoas rirem e de sonhar…
Se minha memória não falha, você está passando pela sua primeira crise existencial e tem duas inquietações que está te tirando o sono:
1 – Acabou de desistir da Marinha e não faz a menor ideia do que vai fazer da vida;
2 – Se sente extremamente carente, mas não consegue se envolver com ninguém.
Primeiramente, acalme-se, essa carta irá te nortear, prometo.
Antes de mais nada, o quanto antes, vá fazer terapia. Lá você irá aprender a lidar com as sequelas do bullying que sofreu por conta do estrabismo. Provavelmente você não entenderá o que isso quer dizer, mas resumidamente, todo aquele período de zoação pela qual passou, te fez muito mal e quanto antes descobrir isso, melhor. Além disso, você precisa parar de se culpar pela homossexualidade do seu primeiro amor. Ele sempre foi gay. Você não fez nada de errado, ok?

SPOILERS

Sabe toda essa pressão que ficam te jogando goela abaixo, sobre ter uma carreira para ter status? Esqueça isso. Pare com esse medo bobo e vai logo realizar seu sonho de fazer teatro! Sim, você será uma atriz profissional (e das boas). E nos palcos, vai ter os anos mais felizes da sua vida. Mas tenha em mente que isso não vai durar para sempre, por isso, não coloque seus outros talentos de lado.
Segue a foto de um dos trabalhos mais difíceis que terá de fazer como atriz (dedique-se).

 

Estudando artes, você desenvolverá novas habilidades e descobrirá outras paixões. Tente dar um pouco mais de atenção a elas, para não perder o chão quando tiver que dizer adeus aos palcos. Mas já adianto que você fará da facilidade de se comunicar, sua profissão.
Quando for para a segunda faculdade (sim, você vai fazer outra faculdade), escolha Comunicação Empresarial invés de Marketing. Tem mais a ver com você e com o a área que escolheu para trabalhar.
Importante: jamais subestime o vício. O fato de não fumar mais há 5 anos, não a impedirá de voltar. Por isso, não peça traguinhos do cigarro do João. Acredite, parar de novo será milhões de vezes mais difícil.
Você vai ter um problema de saúde (nada grave), mas devido esse problema, o médico vai convence-la de voltar a comer carne vermelha. Com o passar dos anos, vai descobrir que aquele médico era uma fraude anti-vegetarianos. Mantenha-se firme. Troque de médico se precisar.
Jamais deixe de se exercitar, pois a dor da obesidade é maior que a chateação de acordar cedinho. E jamais use comida para preencher vazios (sério, atente-se sempre).
Na sua segunda crise existencial, vai descobrir que dinheiro não é tudo e que as pessoas se matam de trabalhar apenas para ostentar (vaziamente).Acredite, a profissão que você escolheu para o futuro, realmente a fará feliz.

Sabe os seus amigos do centro kardecista (Aldo, Thaby, Dusa, Pati e Paulo)? Ainda somos amigos. A Sandra e o Leandro também farão parte desse grupo e o amor entre todos vocês crescerá com o passar dos anos. Agradeça a Deus por eles, pois esse encontro foi por merecimento e tem um propósito lindo.

DICAS PRECIOSAS PARA VOCÊ:

  • Estude sobre “vida minimalista”, tem tudo a ver com você e fortalecerá ainda mais a sua essência.
  • Realize seus sonhos mesmo quando estiver com medo.
  • Não fique ansiosa quando tiver de ser adulta. Você se sairá bem.
  • Quando sentir que precisa terminar um relacionamento, não fique muito tempo pensando. Termine.
  • Acredite, você conhecerá seu grande amor e saberá disso quando estiver diante dele.
  • Aprenda a administrar seu dinheiro. Você vai ver a importância disso quando for morar sozinha. E vai desejar ter aprendido, quando se casar… (não conto mais nada sobre isso) 😛
  • Dedique-se ao inglês. Aproveite o tempo livre e dedique-se.
  • Tente não criar expectativas com as pessoas, isso gera sofrimento e frustração.
  • Cultive o silêncio sobre seus projetos pessoais. Se a palavra é de prata, o silêncio é de ouro!
  • Siga sua intuição diante das coisas que te deixa indecisa, mas certifique-se de ter usado a razão para pondera-las.
  • Continue praticando o voluntariado, isso sempre vai preenche-la.

Despeço-me agora, com muitas saudades. Faça tudo valer a pena. A gente se vê no futuro!

Com amor,
Cíntia.

 

São Paulo, Fevereiro de 2014.

21 Comentários


  1. Cintia adorei ter te conhecido aos 23 anos!!!! Que idéia boa!!! Eu tentei puxar pela memória mas não consigo lembrar de tudo que aconteceu comigo exatamente nessa época em 2004 mas achei um exercicio interessante e vou escrever sim, depois te mando ok? bjos

    Responder

    1. É um pouco difícil lembrar, mas é um exercício fabuloso para nós…
      Deixe fluir, você vai ver que vai acontecendo naturalmente. Vou adorar ler a sua carta. Bjs.

      Responder

    1. Escreva, Fabi… conforme eu disse, não precisa publicar.
      Mas é indescritível… não tem como explicar o quanto é rico esse exercício. Um beijo.

      Responder

  2. Que massa Cintia, adorei a sua carta! Ela mostra o quanto vc amadureceu ao longo desses 10 anos, e que se tornou uma pessoa mais segura e que confia na vida!! Amei!!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *